O que é

Conjugar o saber académico e as experiências de vida para questionar a atualidade através do olhar dos feminismos 

A Universidade Feminista constitui-se como um espaço plural de reflexão crítica, de intercâmbio de conhecimentos onde se conjugam vários campos do saber: académico e de experiências adquiridas ao longo da vida, num contexto de problematização dos grandes temas da actualidade, segundo uma perspectiva de género.
A ideia de criação desta Universidade que se quer formal e informal e um espaço livre de pensamento partiu de um grupo de antigas alunas do primeiro Mestrado em Estudos sobre as Mulheres, da Universidade Aberta, que propuseram inserir no Centro de Cultura e Intervenção Feminista de Lisboa, CCIF/UMAR, o funcionamento desta Universidade.
A Universidade Feminista não é concorrente das formações superiores especializadas em Estudos das Mulheres, Feminismos ou Estudos de Género, mas pretende ser um espaço complementar de permuta de experiências e conhecimentos, acessível a qualquer pessoa interessada nas suas temáticas .

OBJETIVOS:
– Conhecer os percursos das teorias feministas, as diversas correntes e tipos de feminismos no mundo.
– Criar um espaço de intercâmbio de conhecimentos na área dos feminismos, abordando de forma transversal vários campos de saber, ligando academia, ativismo e experiências adquiridas ao longo da vida.
– Permitir reflexão crítica feminista sobre os grandes problemas da actualidade, na ligação entre o político e o pessoal.

Conselho Consultivo

Adriana Bebiano (FLUC/CES), Alexandra Oliveira (FPCE-UP), Ana Cansado (FCSH/UMAR), Ana Gabriela Macedo (UMinho), Ana Luisa Amaral (FLUP), Ana Cristina Santos (CES, UC), Anália Torres (CIEG, ISCSP), Anne Cova (ICS), Angélica Lima Cruz (UMinho), Carla Cerqueira (UMinho), Clara Sottomayor (Direito, UCP), Cristina Duarte (Faces de Eva, CICS.NOVA, UNL), Conceição Nogueira (FPCE-UP), Dália Costa (CIEG/ISCSP), Diana Andringa (Jornalista), Eduarda Ferreira (CICS.NOVA, FCSH/UNL), Fernanda Henriques (UÉvora), Isabel Ventura (CEMRI, Uab), Joana Miranda (CEMRI-Uab), João Oliveira (FPCE-UP), Lígia Amâncio (ISCTE), Luísa Rego (Jornalista), Manuela Tavares (CEMRI, Uab, CIEG- ISCSP e UMAR), Manuel Carlos Silva (U Minho), Manuel Lisboa (CICS.NOVA, FCSH/UNL), Margarida Chagas Lopes (ISEG), Margarida Louro Felgueiras (CIIE, FPCE-UP), Maria Irene Ramalho (FLUC/CES), Maria João Silveirinha (FLUC), Maria José Magalhães (CIEG/ISCSP, FPCE-UP), Maria do Mar Pereira (University of Warwick), Natividade Monteiro (CEMRI, Uab), Rosa Monteiro, (CES – U Coimbra), Rosana Albuquerque (CEMRI, UAb), Rosa Cabecinhas (U Minho), Rosa Nunes (CIIE, FPCE-UP), Sara Falcão Casaca (ISEG), Silvana Mota Ribeiro (U.Minho), Sofia Neves (ISMAI), Teresa Cláudia-Tavares (ESE, I.P. Santarém), Teresa Alvarez (CEMRI, Uab), Teresa Pinto (CEMRI, UAb), Teresa Joaquim (CEMRI, UAb), Teresa Féria (APMJ), Virgínia Ferreira (FEUC/CES), Zília Osório de Castro (Faces de Eva, CICS.NOVA, UNL), Zara Pinto Coelho (U Minho).

Comissão Organizadora

Manuela Tavares, Eduarda Ferreira, Isabel Bento, Carla Cerqueira, Camila Craveiro, Benilde Moreira, Cristina Dias, Daniel Cardoso, Ana Guerreiro, Clara Carvalho, Isabel Santos

Anúncios